Bem-vindo, Marty McFly!

Bem-vindo, Marty McFly!

Nossas frustrações, mágoas e irritabilidade, são proporcionais àquilo que esperamos dos outros ou da vida.Esperar e criar regras para que as coisas aconteçam é perigoso, pois o futuro é uma caixinha de surpresas.

Hoje a gente “comemora” o futuro, quem cresceu assistindo a saga “De volta pro futuro”, sabe que no dia 21 de outubro de 2015 

é o dia da chegada de Marty McFly ao futuro, depois de pisar fundo em seu carro DeLorean. 
  
No 30° aniversário da saga, se chega ao dia de hoje. No segundo filme a viagem no tempo o leva até o futuro. Um futuro cheio de expectativas e um pouco diferente da nossa realidade.

Onde estão os “skates” voadores?! Ou os tênis que se ajustam aos pés?! Ainda a tecnologia não conseguiu atender essas expectativas que certamente o diretor imaginou que existiria.

17280967

Ele criou” regras” para o futuro, imaginou como ele deveria estar. O fato é que as expectativas nunca serão realidade.

Então, não devemos esperar nada do futuro?! Na verdade, não!

Não é proibido sonhar com relacionamentos estáveis, viagens, festas ou desejar ser o empregado do mês. Afinal, criar expectativa não é o mesmo que sonhar.

Expectativas são regras que criamos para o sonho acontecer. O que devemos fazer de verdade, é criar forças para realizarmos um sonho, e não juntar as “famosas” expectativas.

Expectativa + realidade é igual a frustração. Um sentimento que nos impede de enxergar as coisas boas, que nem sonhamos. Mas mesmo assim, o tempo nos trouxe.

Hoje não temos os tênis que se ajustam, nem os carros que voam. Mas, temos tecnologias que o diretor do filme nem podia imaginar.

E assim é a vida, o tempo e o que esperamos dela. O tempo não traz as expectativas e sim a realidade, que se olharmos direitinho, ainda é o melhor “futuro” que poderíamos chegar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *